sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Primeira Entrevista

As grandes aventuras de Profissão Incerta renderiam outro documentário. A primeira delas foi uma turnê no carro da Banda B enquanto acompanhávamos o jornalista Antônio Nascimento ( foto à direita ). Primeiro que, 6 horas da manhã estávamos eu e meu companheiro de equipe Eduardo de Siqueira acompanhando a prisão de dois rapazes que, supostamente, haviam esfaqueado alguém. Eles estavam fazendo perícia no Instituto Médico Legal de Curitiba.

A primeira impressão é chocante, o “rabecão” estacionado na frente de portas esquisitas que dão arrepio. Logo depois o Toninho chegou. Ali mesmo, na frente do IML, local escolhido para o encontro, ele entrevistou um rapaz que alegava ter sido roubado. Ele estava muito embriagado e machucado. Depois disso, demos uma volta pelo centro da cidade e chegamos até a Delegacia de Homicídios, onde encontraríamos o ultimo integrante da equipe, Caio de Alencar.

Começamos a perceber que o trabalho do jornalista policial não é tão agradável no começo. O delegado Feijó falava sobre a briga entre dois indivíduos que terminou na morte de um deles que foi espancado na cabeça com um tijolo.

O decorrer do dia foi bem agradável, corremos atrás de algumas ocorrências e, por último, chegamos a um homicídio recém cometido. Foi o momento mais emocionante do dia, havia policiais civis e militares, muita gente e a imprensa.

Nós filmamos tudo para registrar o momento, mas estas cenas não foram inclusas no documentário por não ser o objetivo principal. Neste dia tivemos uma experiência diferente das outras entrevistas, pois presenciamos como é o dia a dia de um repórter policial. A relação com a polícia e com os colegas de classe é muito boa, facilitando a produção das matérias e o decorrer das entrevistas. Logo contaremos mais sobre essas aventuras.
Imagem 1: Blog Eterno Diadema
Imgem 2: Osni Gomes

5 comentários:

Editor disse...

Esse dia foi incrivil, pois vimos de tudo um pouco da ação do jornalista investigativo.

Só gatos disse...

Quero ver essas filmagens agora!!

João Guilherme Brotto disse...

Já fiz uma ronda dessas na madrugada com o Toninho.
Vimos umas coisas bizarras, mas foi uma experiência muito legal!

Sucesso, caras!

Anônimo disse...

Bom tema. Promete excelente Ibope. Mas é preciso levar à sério. Cuidem com o português, é fundamental na profissão. Sucesso moçada!
Osni Gomes

Editor disse...

Pois é João! Sair por Curitiba no plantão do Toninho é possível ver cada coisa que muitos curitibanos da antiga nunca imaginariam que aconteciam na cidade! Sempre emociona mesmo!
Para - João

Calma que agente vai montar um esquema especial para todos assistirem o doc. Obrigado!
Para - Só pra Gatos

Valeu Osni! A quanto tempo hein?
Só de você deixar um comentário já nos deixa muito feliz! Por favor continue acessando!
Abraço a todos do grupo - C.E.M